Missão Gospel no Google Plus

análises gospel »

10/11/2012 às 13:20 por Tiago Abreu

Análise do CD Confiança da cantora Heloísa Rosa

Confiança é o quarto álbum da cantora Heloísa Rosa, que foi lançado de forma independente e distribuído oficialmente pela Onimusic.
Confiança

Confiança - Heloísa Rosa

tamanho do texto: A+ A-

Lançado em outubro de 2011, Confiança é o quarto trabalho da cantora Heloísa Rosa, que mescla o rock cristão com a música congregacional. Após vários anos na Graça Music, agora Heloísa surge novamente independente, mas com o apoio da Onimusic na distribuição de seus trabalhos.

Curta o Missão Gospel no Facebook
Ouça música gospel na Egospel Music

Produzido por Willian Douglas, o trabalho é bem pop rock, porém explora em suas letras temáticas congregacionais. O encarte da obra foi produzido pela Imaginar Design, e apesar de simples é bem agradável. Possui doze faixas.

O repertório inicia-se com "Dançarei Contigo". De longe percebe-se que este disco é bem distinto de "Estante da Vida". Melodia que mescla o som da guitarra e bons efeitos eletrônicos. O refrão é bem "salmista", assim como todo o álbum.

"Leva-me" é o single da obra. Mesclando uma melodia pesada e leve em vários momentos, possui uma letra reflexiva. Interpretação excelente de Heloisa Rosa que demonstra sua qualidade vocal nos graves.

A primeira faixa mais lenta, no formato de uma balada é "Hoje eu Sei". A união das guitarras com o teclado forma uma sonoridade agradável. A letra segue a forma das anteriores, tratando a confiança em Deus nos momentos difíceis como tema.

Baseada no Salmo 23 é executada "Não Temerei". A letra em si não traz novidade alguma, mas é inegável que possui sua qualidade radiofônica. Destaque para os efeitos eletrônicos e a sonoridade da guitarra na introdução.

Mudando o foto letrista da obra, "O que eu Preciso" tem um refrão repetitivo, mas na medida certa em comparação com toda a canção. Mais uma vez as guitarras são fortemente presentes e os vocais de Heloísa Rosa se destacam mais uma vez.

Claramente, a faixa mais bela e intimista do repertório é "Amigo Íntimo". Com uma leve condução do violão com o contralto de Heloísa vai ganhando forma ao longo da faixa. A letra é agradável. "Só Tu ó Pai conheces-me, amor igual não há / Nenhum olhar constange assim, em Ti eu existo / És meu princípio e o fim".

A vinda, morte e ressureição de Jesus é tratada em "Glória ao Cordeiro de Deus", que se destaca pela sua sonoridade animada e ao mesmo tempo percussiva. Pop rock excelente com um refrão um tanto quanto repetitivo.

"Olhar para o Alto" se destaca pela presença do coral no final da canção, que claramente abrilhantou a faixa, além do dueto. "Gratidão" conta com um arranjo de cordas e a presença maior do teclado. Mais uma letra de agradecimento pelo sacrifício de Jesus.

A melhor faixa no aspecto letra é sem dúvida "Pulsa Coração". Reflexiva, trata sobre as questões da vida por uma ótica cristã. "Ver que o mundo não passa de ilusões / Não vale a pena se marcar e depois sofrer / Ver o quanto o poderoso pai o ama / Não deixe o amor e tua fé morrer". O som progressivo e forte da guitarra e da bateria são excelentes.

"Deus Meu" é parecida um pouco com Olhar para o Alto, mas contém arranjos de cordas. Mais uma vez a cantora aposta em letras salmistas, e desta vez que lembra o Salmo 42. O coral cantando "Ele é meu auxílio e Deus meu" ficou excelente, porém poderia ter ficado menos repetitivo.

Para finalizar o trabalho, vem "Nada Sou Sem Ti", na verdade na voz do cantor Jonas Piloto. A canção é boa, mas bem que poderia ter a participação de Heloísa Rosa nos vocais, já que o disco é da cantora. Considero isso como falha.

Finalizando aqui, deixo minhas considerações gerais sobre a obra. Noto que nesta obra Heloísa surge com um vocal mais maduro e forte. Seu contralto surge vigoroso e apresenta um novo som. Porém não percebo o mesmo da sonoridade. Em relação à "Estante da Vida", Heloísa surge com um som mais pop do que nunca e pouco diferente dentre as canções. Há ainda de se destacar a participação única de Jonas Piloto na última faixa, o que considero como falha grave. Em contrapartida, Heloísa apresenta um repertório coeso e muito bem escolhido, superando os três anos de espera da obra. De dez pontos, dou oito e meio para o disco.

fonte: Missão Gospel

publicidade

0 Comentário
x Escrever um comentário

Deixe o seu comentário sobre este análise. Deus abençoe.

publicidade

© Copyright 2010, Missão Gospel - Portal gospel